Pular para o conteúdo principal

Eventos

AGENDA DE EVENTOS

- Em breve novos eventos!



EVENTOS JÁ REALIZADOS

III ENCONTRO DE ESCOLA AUSTRÍACA DE BRASÍLIA
11 e 12 de Abril de 2014

Pelo terceiro ano consecutivo realizamos em Brasília o Encontro de Escola Austríaca. Neste ano procuramos abordar temas ligados a teoria monetária, ciclos econômicos e mercado financeiro. Por conta do processo eleitoral de outubro, não poderíamos deixar de analisar a conjuntura brasileira numa instigante mesa-redonda ao final do evento.

Em 2014 o III Encontro de Escola Austríaca de Brasília é realizado pelo recém-lançado Instituto Carl Menger, em parceria com o Instituto Mises Brasil.


IV Seminário Práxis*
A crise macroeconômica contemporânea e o papel dos metais preciosos (por Bruno Guimarães)
Local: DX Investimentos (Centro Empresarial Brasil 21 - SHS Quadra 6, Conjunto A | Sala 312 - Brasília)
Data: 10 de dezembro de 2013, terça-feira
Hora: 19h30 (previsão de 1h de exposição e 30 min para dúvidas e debate)

O tema: Será apresentada a uma visão sobre a crise econômica vigente pós 2007/08 a luz da Escola Austríaca. Um debate substancial entende que a dinâmica vigente é insustentável, anunciando a possibilidade de uma crise mais severa adiante. Nomes importantes da EA e de outras correntes de pensamento (Peter Schiff, Nassim Taleb, Marc Faber, Jim Rogers, James Rickards, Michael Maloney e Eric Sprott) descrevem com precisão e propõem estratégias melhor se defender.


III Seminário Práxis*
Como Investir em Imóveis: metodologia e práticas para a busca e seleção de boas oportunidades (por Rogério Vargens)
 Local: DX Investimentos (Centro Empresarial Brasil 21 - SHS Quadra 6, Conjunto A | Sala 312 - Brasília)
Data: 12 de novembro de 2013, terça-feira
Hora: 19h30 (previsão de 1h de exposição e 30 min para dúvidas e debate)

O tema: Será apresentada uma metodologia de avaliação de investimentos para a aquisição ou construção de imóveis, de fácil entendimento e utilização por qualquer pessoa. O método parte da premissa da subjetividade do valor e analisa os fundamentos do valor de uso e das expectativas de valorização do preço dos imóveis. É de fácil compreensão para pessoas que não tem estudo ou formação prévia nesta área do conhecimento e pode ser aplicado a partir de informações obtidas com pesquisa dos preços de mercado, publicamente acessíveis a qualquer um. Será de grande ajuda para que você possa buscar, avaliar e decidir por boas opções de imóveis, adequadas à suas necessidades e recursos, além de conhecer novas formas de investir neste setor.


II Seminário Práxis*
Moeda, Inflação e seus impactos na Bolsa de Valores (por Tullio Bertini)
Local: DX Investimentos (Centro Empresarial Brasil 21 - SHS Quadra 6, Conjunto A | Sala 312 - Brasília)
Data: 23 de Outubro de 2013, quarta-feira
Hora: 19h30 (Previsão de 1h de apresentação e 30 min. de debates)

O tema: Compreender a função do dinheiro na economia é de fundamental importância para o correto entendimento dos ciclos econômicos. A presente palestra tem por objetivo apresentar a importância da moeda e os impactos do constante acréscimo em suas quantidades sobre a economia e a bolsa de valores.


I Seminário Práxis*
Ciclos Econômicos: uma abordagem descomplicada (por Daniel Marchi)
Local: DX Investimentos (Centro Empresarial Brasil 21 - SHS Quadra 6, Conjunto A | Sala 312 - Brasília)
Data: 10 de Outubro de 2013, quinta-feira
Hora: 19h30 (Previsão de 1h de apresentação e 30 min. de debates)

O tema: Muitos economistas e pesquisadores tem enfrentado o desafio de entender como são gerados e como transcorrem os ciclos econômicos. A presente palestra tem por objetivo apresentar a dinâmica dos ciclos econômicos de uma forma acessível e descomplicada, abordando principalmente a influência do crédito sobre a estrutura de capital da economia.


* Os Seminários Práxis são encontros periódicos promovidos pelo Instituto Carl Menger. Procuram trazer, de forma acessível ao público, questões econômicas contemporâneas e relevantes. As apresentações são seguidas de debates e trocas de idéias.

Postagens mais visitadas deste blog

Função social da empresa, da propriedade e do contrato: O que é isso?

por José Carlos Zanforlin
Julgar é uma forma de ação humana
Algumas teorias são tão fabulosas em simplicidade e abrangência que perduram no tempo e influenciam diversas áreas de nossa manifestação intelectual. A teoria da ação humana, de Ludwig von Mises, que foi base de seu tratado de economia, é uma delas. Em suas palavras, “Estas observações preliminares se faziam necessárias a fim de explicar por que este tratado coloca os problemas econômicos no vasto campo de uma teoria geral da ação humana. ”[1]. Muito antes de Mises, é emblemático que João, em seu Evangelho, tenha dito que “No princípio era o verbo”, para explicar o início de tudo. Sabemos todos nós que verbo retrata ação; logo, o princípio criador de tudo foi/é a ação, provenha de onde provier.

Governo, cidadão e voto: como o voto disfarça os privilégios

por José Carlos Zanforlin
O SCRIPT
Antes de tudo, esclareça-se que cidadão, na estrutura política do Estado, é o indivíduo que vota e pode ser votado; assim, por causa do tema do artigo, será utilizado esse termo quando referido aos que votam, embora “indivíduo”, que também se submete ao Estado, seja conceito muito mais abrangente e verdadeiramente ontológico.
A Constituição brasileira em vigor, logo no artigo primeiro, contém três informações: (i) o Brasil é um estado federado, e não unitário, (ii) seu regime de governo é democrático, e não autoritário, e (iii) o poder provém do povo, mas é exercido por meio de representantes ou diretamente em específicas situações[1]. Esses dados são obtidos diretamente do texto constitucional, e expressam noção de valor do grupo dominante que elaborou a Constituição. Entretanto, é possível obter-se outras impressões sobre democracia, aqui; aqui; aqui e aqui.

Conhecimento e Preços

Traduzido por Flávio Ghetti

por Donald J. Boudreux
Se desejamos entender seu real funcionamento, devemos ver o sistema de preços como um mecanismo para comunicação de informação... O fato mais significativo a respeito deste sistema é a economia com a qual ele opera, ou quão pouco os indivíduos participantes precisam saber a fim de serem capazes de agir de modo correto. ~ Friedrich Hayek (1945). O Uso do Conhecimento na Sociedade, In Bruce Caldwell (ed,), The Market and Other Orders, XV, (Liberty Fund Library, 2014):100.
Imagine um quebra-cabeça de um bilhão de peças. Estas peças estão espalhadas aleatoriamente sobre um gramado de um milhão de milhas quadradas. Se alguém te atribuísse a tarefa de encontrar todas estas peças, como você faria?