16 de julho de 2015

O Essencial Hayek - Parte 5 - Vivendo em sociedade

Na Parte 5, Hayek nos oferece sua interpretação sobre como vivemos nas sociedades modernas, mostrando como as normas sociais diferem em cada ambiente em que interagimos.



Tradução e legendas: Flávio Ghetti

9 de julho de 2015

Conhecimento e Preços

Traduzido por Flávio Ghetti

por Donald J. Boudreux 
Se desejamos entender seu real funcionamento, devemos ver o sistema de preços como um mecanismo para comunicação de informação... O fato mais significativo a respeito deste sistema é a economia com a qual ele opera, ou quão pouco os indivíduos participantes precisam saber a fim de serem capazes de agir de modo correto. ~ Friedrich Hayek (1945). O Uso do Conhecimento na Sociedade, In Bruce Caldwell (ed,), The Market and Other Orders, XV, (Liberty Fund Library, 2014):100.

Imagine um quebra-cabeça de um bilhão de peças. Estas peças estão espalhadas aleatoriamente sobre um gramado de um milhão de milhas quadradas. Se alguém te atribuísse a tarefa de encontrar todas estas peças, como você faria?

5 de julho de 2015

O Essencial Hayek - Parte 4 - Normas sociais

Na Parte 4 vemos a importância das normas sociais, aquelas que emergem da livre interação entre as pessoas e, muitas vezes, sem origem ou explicação exatas. Tomamos contato com a importante diferença entre Lei e legislação governamental.



Tradução e legendas: Flávio Ghetti

1 de julho de 2015

Competição e Cooperação


Traduzido por Flávio Ghetti

Neste ensaio, o vice presidente do Cato Institute David Boaz mostra o relacionamento entre competição e cooperação, sempre apresentadas como alternativas inflexíveis: uma sociedade é organizada por um princípio ou outro. Ao contrário, como explica Boaz, na ordem econômica capitalista, pessoas competem para cooperar umas com as outras.

- -

Defensores do processo de livre mercado sempre enfatizam os benefícios da competição. O processo competitivo permite fazer considerações constantes. Testando, experimentando e adaptando em resposta às mudanças nas situações, a competição mantém as empresas constantemente com os pés no chão para servir a seus clientes. Tanto analiticamente quanto empiricamente podemos ver que sistemas competitivos produzem melhores resultados do que sistemas centralizados ou monopolísticos. Por isso é que em livros, artigos de jornal e aparições na TV os defensores do livre mercado enfatizam a importância de mercados competitivos e opõe-se às restrições à competição.