3 de fevereiro de 2015

Economia numa única postagem

por Daniel Marchi

1. A riqueza de uma pessoa, família ou nação depende da sua capacidade de produção. "Quem não trabalha não come."

2. A produção deve ser guiada única e exclusivamente pelos consumidores, num ambiente de livre concorrência entre capitalistas/empresários. Bens e serviços são valorados de forma subjetiva.

3. Um sistema de trocas indiretas (mercados, moedas) permite a contínua especialização do trabalho. Bens de capital (máquinas, ferramentas etc) são possíveis pela poupança. Quanto maior a especialização do trabalho e a quantidade de bens de capital, maior a produção.

4. O sistema monetário permite a contabilidade de lucros e prejuízos. O sistema de preços auxilia os empresários sobre quais bens devem ou não serem produzidos, e como. O processo de mercado é dinâmico e imperfeito. Mais do que produtos e serviços, a ordem de mercado coordena o conhecimento disperso na sociedade.

5. A propriedade privada é imprescindível. Sem essa instituição os itens acima sequer fazem sentido. O socialismo é economicamente impossível (caótico) por inviabilizar o cálculo econômico racional e dificultar a circulação do conhecimento.

6. O melhor que um governo pode fazer é não atrapalhar. Intervenções deturpam o sistema de preços e, por consequência, prejudicam a produção e o bem-estar social. O mercado é para profissionais, não para burocratas tagarelas, muito menos para políticos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário