Pular para o conteúdo principal

Os Bancos Centrais e os Ciclos Econômicos

Nesse vídeo você saberá mais sobre a interação entre poupança, oferta de crédito e taxa juros. Verá também como os bancos centrais influenciam na formação das taxas de juros e, por consequência, nos ciclos econômicos.



Comentários

  1. Gambling 101 | JtmHub
    In 2021, 부산광역 출장마사지 the Gambling Industry 제주 출장샵 was booming 하남 출장샵 with Gambling 101, the global gaming and entertainment industry's largest online sportsbook. 과천 출장안마 The Aug 8, 2020 · Uploaded 창원 출장안마 by Sportsbook Wire

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Governo, cidadão e voto: como o voto disfarça os privilégios

por José Carlos Zanforlin O SCRIPT Antes de tudo, esclareça-se que cidadão, na estrutura política do Estado, é o indivíduo que vota e pode ser votado; assim, por causa do tema do artigo, será utilizado esse termo quando referido aos que votam, embora “indivíduo”, que também se submete ao Estado, seja conceito muito mais abrangente e verdadeiramente ontológico . A Constituição brasileira em vigor, logo no artigo primeiro, contém três informações: (i) o Brasil é um estado federado, e não unitário, (ii) seu regime de governo é democrático, e não autoritário, e (iii) o poder provém do povo, mas é exercido por meio de representantes ou diretamente em específicas situações [1] . Esses dados são obtidos diretamente do texto constitucional, e expressam noção de valor do grupo dominante que elaborou a Constituição. Entretanto, é possível obter-se outras impressões sobre democracia, aqui ; aqui ; aqui e aqui .

O Essencial Hayek - Parte 6 - Quem é F.A. Hayek

Na Parte 6 (final) teremos uma visão geral sobre a vida de Friedrich August Hayek, suas realizações e eventos que influenciaram seu pensamento. Tradução e legendas: Flávio Ghetti

Eu, o Lápis – Edição de 50 anos

Introdução de Lawrence W. Reed e posfácio de Milton Friedman Traduzido por Flávio Ghetti Introdução Por Lawrence W. Reed Eloquente. Extraordinário. Atemporal. Mudança de Paradigma. Clássico. Meio século após sua primeira publicação, “Eu, o Lápis” de Leonard Read, ainda provoca tais adjetivos de louvor. Merecidamente, pois este pequeno ensaio abre os olhos e mentes de pessoas de todas as idades. Muitos que o leram pela primeira vez nunca mais viram o mundo do mesmo modo novamente.